sexta-feira, 27 de abril de 2012

"Eu ouço músicas tristes e, apesar de não haver mais dor, ainda dói. Não existe mais tristeza, mas ainda choro. Apesar de não estar mais junto, eu ainda me importo. Não há mais amor, mas eu ainda amo."

(Heloisa Gabrielle)

Nenhum comentário:

Postar um comentário